Alunos conquistam o 7º lugar na Olimpíada Brasileira de Robótica

Equipe Anglo se destaca em competição que reuniu 3.200 equipes

A Olimpíada Brasileira de Robótica reuniu 3.200 equipes em 2017. Os alunos Julia de Alécio Bicev e Vinícius Meira Purcinelli, do 9º ano, e Camille Leite e Vitor Takahashi, do 8º ano, ganharam duas medalhas na etapa nacional: uma por conquistar o 7º lugar entre 90 equipes finalistas e outra por ser a equipe mais dedicada do país.

Após o 5º lugar na etapa regional e o 3º lugar entre as 120 equipes de todo o Estado de SP, o Anglo Leonardo da Vinci comemora mais essa conquista. “Na fase estadual, vimos somente equipes experientes disputando os desafios propostos, e nós nos superávamos a cada prova. Essa foi nossa estreia e ficamos ao lado das melhores equipes na final, o que nos enche de muito orgulho”, conta o professor Josué.

A cada dia, a competição ficava mais difícil, e os alunos se adaptavam às arenas maiores dos robôs. Não só a isso. Lidaram com travamentos inesperados, desafios na programação, com o nervosismo e os obstáculos. Eles foram avaliados pelas estratégias, pelo design do robô e pela programação.

Segundo o professor, simultaneamente, aconteceu a Mostra Nacional de Robótica (MNR) e a Latino América Robotic Competition (LARC), onde vários robôs estrangeiros eram construídos e programados. “Nossos alunos viveram uma semana multicultural nacional e internacional. Certamente, tiveram o aprendizado enriquecido. Além disso, se deram conta do incrível potencial que possuem”, ressalta.

O Anglo Leonardo da Vinci parabeniza seus alunos e o professor pelo excelente resultado, persistência e dedicação e por levar o novo do Colégio em uma competição tão importante.